Análise da confiança nas instituições políticas e nos meios de comunicação na América Latina


GT 3.18 Nuevos escenarios políticos en América Latina en perspectiva comparada

Autor/a
Camila de Vasconcelos (Estudiante de Doctorado)
Programa:
Sesión 2
Día: miércoles,20 de septiembre de 2017
Hora: 16:00 a 18:00
Lugar: Aula 1.3.

As democracias na América Latina têm sido apontadas por possuírem uma cultura política marcada pela desconfiança dos cidadãos com as instituições políticas, principalmente com os partidos políticos. Tais atitudes podem vir a desestabilizar os sistemas democráticos, uma vez que os governos precisam do apoio dos cidadãos para legitimar suas ações políticas. Nesse processo, a mídia se coloca com papel fundamental, embora possua atuações diferentes em diferentes países da Região, devido a políticas diferentes direcionadas por estes países. Assim, a mídia se constitui em uma das principais agências responsáveis pelo processo de socialização política, influenciando sobre o desenvolvimento dos valores e atitudes relacionados a política, o que torna relevante pesquisas sobre esta agencia na área de ciência política. Este trabalho busca, desta forma, avaliar a relação entre a confiança dos cidadãos para com a mídia (Jornais Impressos e emissoras de Rádio e TV) e para com as instituições políticas (Partidos Políticos, Presidente, Congresso Nacional, Governo, Instituição Eleitoral), a fim de esclarecer se a percepção de confiança em uma mídia interfere na visão que a população possui em relação às próprias instituições políticas. Apresenta-se como hipótese de trabalho que a confiança dos cidadãos na mídia está relacionada de forma inversamente proporcional à confiança dos mesmos sobre o governo e sobre os partidos políticos. Para viabilizar a discussão dessa hipótese, utilizam-se os dados de percepção dessas instituições levantados pelo questionário do Latino Barômetro, no ano de 2015, comparando a associação dessas instituições entre os países da América Latina. Os resultados apontam que a mídia influencia fortemente na confiança dos cidadãos sobre as instituições políticas.

Palabras clave: Democracia, confiança, mídia, instituições políticas