A Ley de Medios na Era Macri: reversão no processo de regulação da mídia na Argentina


GT 2.2 ¿Qué sabemos sobre los nuevos agentes de la profundización democrática?

Autor/a
Es necesario realizar la inscripción.
Coautor/es
Camila de Vasconcelos (Estudiante de Doctorado)
Programa:
Sesión 1
Día: jueves,21 de septiembre de 2017
Hora: 09:00 a 11:00
Lugar: Aula 1.3.

A presidência de Mauricio Macri está cercada de polêmica com as medidas presidenciais tomadas contra a chamada Ley de Medios que regula os meios de comunicação na Argentina. A Ley 26.522 de Servicios de Comunicación Audiovisual, criada durante o governo de Cristina Kirchner, busca quebrar os oligopólios de mídia e democratizar o acesso à informação. Por acaso as alterações na Ley de Medios feitas pelo governo do novo presidente argentino, contra uma lei que busca interromper o oligopólio empresarial da informação, significará um retrocesso na regulação da mídia? Neste artigo discutimos as principais ações do governo Macri sobre a Ley de Medios nos primeiros meses de seu mandato. Os resultados indicam que houve uma forte interferência presidencial para que os efeitos da lei nos conglomerados de mídia sejam inócuos.

Palabras clave: Argentina. Mauricio Macri. Ley de Medios. Regulação da Mídia